Cuiabá, 20 de Novembro de 2017

SANTA ROSA

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017, 11h:23 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Parada há mais de um ano, obra em trincheira deve ser concluída por R$ 4,9 mi

Wellyngton Souza / Única News

(Foto: Reprodução/Web)

trincheira santa rosa.jpg

 

As obras da Trincheira Santa Rosa, que deveriam ter sido entregues a tempo da Copa do Mundo de 2014, ganham um novo prazo, após o governo estadual anunciar nesta terça (12), uma nova licitação.

 

Conforme previsto em edital, a conclusão da trincheira contempla os serviços deixados pela construtora anterior e obras complementares de acessibilidade e sinalização, que vão melhorar a trafegabilidade de pedestres e veículos pela via.

 

O prazo de execução fixado para os trabalhos é de 270 dias (nove meses) e 450 dias para vigência do contrato, ou seja, pouco mais de um ano. O custo estimado ficou em R$ 4,99 milhões. A empresa Concremax Concreto Engenharia e Saneamento venceu o processo licitatório como consta no Diário Oficial publicado no último dia 6 de setembro.

 

As obras na trincheira tiveram início em junho de 2012 e foram orçadas em pouco mais de R$ 27 milhões. O contrato com a empresa responsável pela obra foi rompido em 2016. À época, o governo alegou que a empresa não teria cumprido o cronograma determinado. De acordo com o governo, pouco mais de 80% da obra já foram concluídos.

 

“Por determinação do governador Pedro Taques estamos trabalhando para finalizar as obras da Copa, porém dentro da legalidade e primando pela qualidade dos serviços”, afirma o secretário das Cidades, Wilson Santos.

 

A obra

 

A obra da Trincheira do Santa Rosa, na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, teve início em março de 2012 e deveria ter sido entregue em março de 2014, dois meses antes do início da Copa do Mundo. Contrato inicial ficou a cargo da construtora a Ster Engenharia, que esteve à frente do empreendimento de março de 2012 a fevereiro de 2013 e executou apenas R$ 4,84 milhões em obra.

 

Após esse intervalo, as obras foram retomadas em abril de 2013. A empresa Camargo Campos assumiu o contrato e permaneceu como responsável até agosto 2016, quando entrou em falência e foi retirada da obra. 

 

Até agora, 89,9% dos serviços previstos em contrato foram concluídos. O valor da obra, com aditivos, é de R$ 23,53 milhões. A trincheira em questão tem 520 metros de extensão, entre a rotatória do Centro de Eventos do Pantanal até a proximidade da Procuradoria Fiscal do Município. Pelo local trafegam entre 13 e 15 mil veículos em horário de pico. (Com informações da Secid)

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2017 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br