Cuiabá, 16 de Janeiro de 2018

EM MT

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018, 14h:53 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Prefeito e vice cassados por exames gratuitos em campanha devem recorrer

Da Redação

(Foto: Reprodução)

faix1.jpg

 

Com o mandato cassado, o prefeito de Ribeirão Cascalheira (893 km de Cuiabá), Reynaldo Fonseca Diniz (PR), poderá recorrer contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) no cargo. Ele o vice-prefeito, Gleison Oliveira (PR), que também foi cassado, vão permanecer nos cargos até o julgamento do recurso, de acordo com o TRE-MT.

 

Por causa do recesso da Justiça Eleitoral, eles ainda não foram notificados da decisão. Os prazos processuais estão suspensos até o dia 20.

 

Eles tiveram os mandatos cassados no dia 19 de dezembro, por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016. Segundo a denúncia, os gestores ofereceram quase 500 exames oftalmológicos gratuitos na população durante o período eleitoral, quando era candidato à reeleição.

 

A denúncia contra eles foi feita à Justiça Eleitoral pela coligação Unidos pelo Desenvolvimento de Ribeirão Cascalheira, encabeçada pelo candidato Wiser Moura (PMDB).

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Dez 2017/Jan 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br