Cuiabá, 25 de Setembro de 2018

ISRAEL PALESTINA

Sábado, 09 de Dezembro de 2017, 11h:41 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Dia da Ira contra decisão de Trump registra 2 mortes e mais de 300 feridos

Por Agencia EFE

Os enfrentamentos registrados com as forças de segurança israelenses nesta sexta-feira resultaram na morte de dois palestinos e em mais de 300 feridos na Faixa de Gaza, na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, no chamado "Dia da Ira" contra a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer a Cidade Sagrada como capital de Israel.

 

O Ministério da Saúde da Palestina informou sobre uma segunda vítima mortal, Maher Atallah, de 54 anos, no norte da Faixa de Gaza, que se soma à morte de Mahmoud al Masri, de 30 anos, atingido por um disparo do exército israelense quando se manifestava ao leste de Khan Yunis, também em Gaza, perto da fronteira com Israel.

 

Além disso, centenas de palestinos ficaram feridos em enfrentamentos com as forças de segurança em Jerusalém Oriental, Gaza e Cisjordânia, a maioria deles neste último território, segundo o Ministério da Saúde palestino.

 

Destas, 69 foram feridas por disparos de arma de fogo e 271 por estilhaços de balas, aos que se juntam outros 726 atendidos por inalação de gás lacrimogêneo e 22 por golpes e impactos das latas que contêm os gases.

 

Em Gaza, são cerca de 170 feridos, a maioria por munição real, enquanto os outros foram registrados majoritariamente em diferentes localidades da Cisjordânia.

 

Além disso, quatro dos feridos, todos eles na Faixa de Gaza, se encontram em estado grave.

 

O exército israelense relatou que 4,5 mil palestinos participaram "de violentas manifestações na Faixa de Gaza em seis pontos ao longo da fronteira" e que os participantes "lançaram pneus queimados e pedras" contra as forças de segurança.

 

Na Cisjordânia, 28 manifestantes foram detidos e os principais protestos aconteceram em Hebron, Al Aroub, Tulkarem, Ramala, Qalandia e Nablus, informou o exército israelense em comunicado.

 

No início da noite de hoje, o exército israelense realizou bombardeios em resposta ao lançamento de projéteis contra a área de Beit Hanun, em Gaza, de onde foram lançados foguetes de fabricação caseira, sendo que um deles foi interceptado pelo sistema antimíssil Domo de Ferro e outro caiu em uma localização desconhecida.

 

Pelo menos dez palestinos ficaram feridos por esses bombardeios de represália, segundo o Ministério da Saúde em Gaza, entre eles um bebê, que se encontra em situação crítica.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br